Remédio para dor de dente: 9 principais opções

dezembro 2022

Leitura: 20 min.

O remédio para dor de dente é capaz de proporcionar alívio da dor, a partir do seu efeito anestesiante e anti-inflamatório que age diretamente neste sintoma.

Atualmente, existem uma gama de medicamentos que podem ser utilizados dependendo da causa e da intensidade da dor.

Embora, seja importante consultar um dentista para avaliar o dente afetado, receber um diagnóstico, e posteriormente um tratamento é importante conhecer as opções no caso de uma emergência.

Portanto, reunimos nesse conteúdo as principais opções de medicamentos para que você possa utilizá-las quando o dentista solicitar. 

Como saber se preciso de remédio para dor de dente?

A dor de dente costuma gerar um incômodo e desconforto, e pode acabar interferindo na sua rotina diária e até mesmo na sua qualidade de vida. 

E antes de sair tomando qualquer tipo de remédio para dor de dente, é importante que você faça uma análise bucal, pois nem sempre a dor pode estar relacionada ao dente.

Dores na boca podem ser provenientes de aftas orais, machucados ou até mesmo alimentos presos e inflamação na gengiva. 

Por isso, é importante fazer uma retrospectiva de quando a dor começou, qual é o local da dor e analisar a região interna da boca em frente ao espelho.

Caso, não encontre nada comece a desconfiar de que provavelmente o problema está no dente e as causas podem ser as mais diversas, como:

  • Bruxismo: Transtorno em que a pessoa aperta, desliza ou bate os dentes, principalmente durante o sono de maneira involuntária;
  • Cárie: É um dano nos dentes causado por ácidos produzidos pela placa bacteriana;
  • Retração da gengiva:  o deslocamento da gengiva em direção à ponta da raiz do dente, diminuindo a gengiva de tamanho e dando a impressão de dentes alongados e maiores
  • Aparecimento dos dentes siso: São os últimos dentes a se formarem em nossas bocas. Temos 4 dentes sisos, 2 superiores e 2 inferiores que nascem de forma aleatória, e ficam localizados atrás de todos os outros dentes.
  • Implantação de aparelho ortodôntico: É uma dor causada pela fixação do aparelho nos dentes. 

É importante saber também que o conselho nacional de medicina não recomenda automedicação, e portanto, é preciso contatar o dentista para avaliar a sua dor de dente, embora seja possível encontrar a maioria dos medicamentos em farmácias sem a necessidade prescrição.

Qual o melhor remédio para dor de dente?

O profissional de odontologia deverá fazer a indicação da melhor opção de tratamento após avaliar o seu quadro clínico e obter um diagnóstico adequado.

Entre os principais remédios para dor de dente estão os: 

  • Anti-inflamatórios: Promove uma diminuição nos sintomas da inflamação, como dor, vermelhidão, calor e inchaço.
  • Anestésicos: Ação anestésica nos nervos do dente, promove alívio muito rápido da dor;
  • Antibióticos: Prescritos apenas sob orientação médica para infecções dentárias causadas por bactérias;
  • Soluções caseiras: Dependendo do tipo de dor pode causar alívio momentâneo.
Uma pessoa precisando de remédio para dor de dente

9 opções de remédio bom para dor de dente

Elaboramos uma lista com os principais remédios para proporcionar o alívio da dor de dente, confira:

Paracetamol

Paracetamol é um medicamento que possui ação analgésica com indicação para dores leves e intermediárias, pode-se utilizá-lo como remédio para dor de dente após clareamento ou remédio para dor de dente após restauração.

Está disponível na versão gotas, e também em comprimidos, e é possível utilizá-lo como remédio para dor de dente infantil ou de adultos.

A dosagem do comprimido pode variar dependendo da sua concentração em mg, a primeira indicada antes e depois de refeições de 3 a 4 vezes ao dia e a segunda na frequência de 3 a 5.

Veja as dosagens:

  • Paracetamol comprimido revestido de 500 mg: a dose recomendada para adultos é de 1 a 2 comprimidos, 3 a 4 vezes ao dia, antes ou após as refeições. A dose máxima por dia é de 8 comprimidos de paracetamol 500 mg;
  • Paracetamol comprimido revestido de 750 mg: a dose recomendada para adultos é de 1 comprimido, 3 a 5 vezes ao dia, antes ou após as refeições. A dose máxima por dia é de 5 comprimidos de paracetamol 750 mg;
  • Paracetamol gotas: a dose recomendada para adultos é de 35 a 55 gotas, a cada 4 a 6 horas, no período de 24 horas. A dose máxima por dia de paracetamol é de 275 gotas tomadas em doses divididas de no máximo 55 gotas.

Deste modo, é possível adquirir o paracetamol em farmácias e dispensa a necessidade de receitas, mas você deve consultar seu dentista antes de administrar esse remédio para dor de dente, pois ele pode ter efeitos adversos.

Ele é contraindicado para pessoas com doença no fígado ou rins, assim como para alérgicos, entretanto é o medicamento mais indicado para gestantes.

Dipirona

A dipirona é o nome de remédio para dor de dente de um outro analgésico bastante popular, cuja função é promover alivio dor de dente leve a moderada.

É possível adquiri-lo na forma de comprimido ou de solução em gotas.  As doses recomendadas de dipirona são: 

  • Dipirona comprimido de 500 mg: a dose recomendada para adultos é de 1 a 2 comprimidos até 4 vezes ao dia;
  • Dipirona solução oral 500 mg/mL: a dose recomendada para adultos é de 20 a 40 gotas por dia, no máximo 4 vezes ao dia.

A dipirona possui contraindicações para bebês com menos de 3 meses de idade ou que pesam menos de 5 Kg, gestantes nos 3 primeiros e 3 últimos meses de gravidez, e por pessoas que têm alergia a dipirona.

Ibuprofeno

O ibuprofeno é um remédio antiinflamatório para dor de dente  que age na redução da produção de substâncias que causam a inflamação e também atua como analgésico, reduzindo a dor de dente. 

Este anti-inflamatório é possível adquiri-lo forma de comprimido cuja dose máxima por dia é 3.200 mg que corresponde até 5 comprimidos por dia.

Entretanto, a dosagem para dor de dente é de 1 ou 2 comprimidos (200mg), na frequência de 8 em 8 horas após as refeições.

A dose limite é de 3.200 mg, correspondendo ao máximo de 5 comprimidos diários.

Entretanto, esse medicamento possui uma vasta lista de contra indicações por conta dos seus componentes.

Restrito para pessoas que sofrem de alérgicas, com asma, rinite, úlcera gástrica, sangramento gastrointestinal e gastrite. 

Gestantes ou mulheres em período de amamentação, e bebês que não tenham completado 6 meses de idade, também não podem fazer o uso do remédio.

remédio para dor de garganta

Naproxeno

O Naproxeno é um remédio para dor de dente comprimido com ação anti-inflamatória e analgésica, que age diminuindo a dor de dente.

A dosagem indicada deste medicamento é :

  • Naproxeno de 250 mg: a dose recomendada para adultos é de 1 comprimido de 250 mg, 1 a 2 vezes por dia. A dose máxima por dia é de 2 comprimidos de 250 mg.
  • Naproxeno de 500 mg: a dose recomendada para adultos é de 1 comprimido de 500mg, 1 vez ao dia. A dose máxima por dia é de 1 comprimido de 500 mg.

As contraindicações do Naproxeno são crianças menores de 2 anos de idade, pacientes de cirurgia cardíaca, grávidas ou em amamentação, pacientes com úlceras gástricas. 

Ácido acetilsalicílico 

É um anti-inflamatório e com o nome de remédio para dor de dente de aspirina, ou seja, sua ação se dá através da redução da produção de substâncias que causam a inflamação, além da ação analgésica reduzindo a dor.

É possível encontra-lo na forma de comprimidos de 500 mg e recomenda-se a dose de 2 comprimidos a cada 8 horas ou 1 comprimido a cada 4 horas, após a alimentação, entretanto não se deve tomar mais de 8 comprimidos por dia.

Entretanto, recomenda-se a dosagem para aliviar a dor de dente de um adulto 1 comprimido em um intervalo de 8 horas, ou 2 em um intervalo de 4 horas logo após a alimentação. 

As contraindicações da aspirina são:

  • Grávidas;
  • Crianças com menos de 12 anos;
  • Pessoas com problemas no estômago ou no intestino;
  • Pessoas que fazem o uso aspirina como anticoagulante ou a varfarina.

É possível adquirir esse anti-inflamatório em farmácias e drogarias e sem a necessidade de prescrição médica, no entanto, consulte o dentista para garantir o uso seguro.

Diclofenaco sódico

O diclofenaco sódico é  remédio para dor de dente anti-inflamatório, analgésico e antipirético com atuação na inibição da produção de substâncias responsáveis pela dor de origem inflamatória.

É possível adquiri-lo em farmácias na forma de comprimido, a dose recomendada é de:

  • 1 comprimido de 50 mg por via oral, a cada 8 a 12 horas;
  •  1 comprimido de 75 mg 1 a 2 vezes por dia, dependendo da intensidade da dor. 

Portanto, a dosagem não se deve exceder a máxima diária de 150 mg, e considere ingerir o diclofenaco sódico antes das refeições.

Existem algumas contraindicações em seu uso:

  • Mulheres grávidas ou em amamentação; 
  • Pessoas com úlcera gástrica, colite ulcerativa, doença de Crohn;
  • Pacientes com alterações hepáticas graves, dor nos rins ou coração, ou pressão alta;
  • Também deve ser evitado por pessoas alérgicas aos AINES;
  •  E pessoas fazendo tratamento com anticoagulantes. 

Antibióticos

Essa classe de medicamentos ajuda no tratamento de um agente infeccioso, na maioria das vezes eliminando o problema.

Existem muitas opções de antibióticos disponíveis no mercado como Amoxicilina, Penicilina e a Clindamicina.

Entretanto, para saber qual medicamento utilizar é preciso conhecer qual é o agente infeccioso, pois alguns tipos de antibióticos podem ser bastante específicos. 

É possível encontrá-los na farmácia, entretanto é necessário ter prescrição médica para efetuar a compra.

Benzocaína

É um remédio para dor de dente que age como anestésico local bloqueando a condução de impulsos nervosos, e seu uso não exige prescrição médica.

Quanto à dose da benzocaína em gel (200 mg/g), a orientação é que ela seja de 0,5, sendo a quantidade suficiente para gerar alívio, portanto a dose diária limite é de 2g.

As contraindicações para o seu uso são:

  • Pessoas alérgicas a anestesias;
  • Gestantes; 
  • Pacientes que já fazem o uso de medicamentos para a pressão alta (atenolol) e para arritmia cardíaca (carvediloil, atenolol e propranolol).

A Benzocaína também pode ser uma ótima opção de remédio para dor de dente siso, pois ele é um anestésico local.

Xylocaína

A Xilocaína é um dos nomes comerciais da Lidocaína, sendo um medicamento anestésico local indicado para o alívio da dor.

Deste modo, a dosagem limite do uso desse remédio para dor de dente é  20g e a indicada de 1 a 5g para adquirir seu efeito.  

As contraindicações para o seu uso são:

  • Pessoas alérgicas a anestesias;
  • Gestantes; 
  • Pacientes que já fazem o uso de medicamentos para a pressão alta (atenolol) e para arritmia cardíaca (carvediloil, atenolol e propranolol);
salmoura para afta na garganta

Remédio caseiro para dor de dente

Embora não tenham comprovação científica, você pode tentar utilizar e verificar se eles amenizam a sua dor de dente. 

Água com sal

A água morna com sal, ou salmoura, é um antisséptico natural e bastante eficaz, principalmente se você estiver desconfiando de uma infecção. 

Ingrediente:

  • Um copo com água morna de 250mL;
  • 1 uma colher de sal;

Como fazer:

  • Incialmente dissolva a  colher de sopa de sal numa copo com água fervente; 
  • Depois, utilizando pequenos goles, bochechar toda a boca por, pelo menos, 30 segundos;
  • Cuspa na pia;

Esta mistura é também ajuda a combater a dor de garganta, portanto é um bom tratamento complementar.

Cravo da índia

O cravo da índia é uma opção de remédio natural para dor de dente, pois  tem excelentes propriedades bactericidas e analgésicas que ajudam a aliviar a dor de dente.

Ingredientes:

  • Óleo essencial de Cravinho da índia;
  • Conta gotas;
  • Água morna;

Como fazer:

  • Vire 1 gota em um pequeno pedaço de algodão e colocá-lo junto do dente;
  • Ou coloque de  3 a 4 gotas de óleo em ½ copo de água morna e, depois, enxague; 

Esteja atento e tenha cuidado, pois esse óleo pode causar queimaduras na gengiva, então evite ficar por muito tempo é importante é que se evite o contato por mais de 2 minutos.

Hortelã

O óleo essencial presente nas folhas de hortelã é outro potente remédio para dor de dente por sua ação antisséptica e anti-inflamatória, e que promove o alivio da dor.

Ingredientes: 

  • Folhas de hortelã;
  • Água fervente;

Como fazer:

  • Primeiramente, coloque 1 colher de chá de folhas de hortelã em 1 xícara de água fervente e deixe repousar por 20 minutos; 
  • Depois, coloque uma porção da mistura na boca e boceje por 30 segundos, 3 vezes por dia.

Quando devo ir ao dentista pedir um remédio para dor de dente?

É importante obter diagnóstico médico desde o primeiro momento, para evitar os perigos da automedicação com remédio para dor de dente.

Mas se você sente alguns dos sintomas abaixo não hesite em procurar um dentista:

  • Dor que não melhora após 2 dias;
  • Surgimento de febre acima de 38ºC;
  • Desenvolvimento de sintomas de infecção, como inchaço, vermelhidão ou alterações no paladar;
  • Dificuldade para respirar ou engolir.

É fundamental buscar tratamento para a dor de dente, pois ao agravarem-se os sintomas o paciente pode ter risco de desenvolver infecção.

Agora você já conhece quais são as opções de remédio para dor de dente

Neste conteúdo buscamos apresentar de maneira breve os principais remédios para dor de dente, em caso de emergência e após consultar o dentista.

Por isso, é essencial que você mantenha a sua saúde bucal em dia consultando periodicamente o dentista, para minimizar a chance de sofrer com dor de dente. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy link
Powered by Social Snap