Ardência ao urinar: 14 principais causas

maio 2023

Leitura: 20 min.

Sentir ardência ao urinar pode ser um sinal de que há alguma coisa errada com o seu organismo, e por isso é importante ficar atento.

Pois, a ardência ao urinar pode ser um dos principais sintomas de algumas doenças relacionadas ao trato urinário.

Ou seja, para obter um diagnóstico e também saber qual tratamento deverá ser realizado é preciso ficar de olho nos sintomas e procurar um médico.

E, para que você possa conhecer as possíveis causas desse sintoma, elaboramos um conteúdo completo que vai te ajudar a identificar o motivo desse desconforto. 

Como aliviar a ardência ao urinar?

A ardência ao urinar, também conhecida como disúria ou como dor ao urinar, é um dos principais sintomas que podem indicar uma série de problemas relacionados ao trato urinário. 

Por conta disso, pode ser difícil obter um diagnóstico prévio e há a necessidade de consultar um profissional de saúde.

Desse modo, se você deseja saber como aliviar a ardência ao urinar, saiba que o primeiro passo é procurar um profissional de saúde para obter um diagnóstico.

As mulheres devem buscar um ginecologista enquanto os homens devem consultar com o urologista.

O tratamento, ou remédio para aliviar ardência ao urinar, deverá seguir as orientações médicas, de acordo com o seu diagnóstico.

Ressaltamos também a importância de evitar o tratamento de ardência ao urinar remédio caseiro, principalmente se você ainda não possui um diagnóstico.

A grande maioria dos tratamentos caseiros não possuem comprovação científica, e além de ineficazes podem retardar a busca por ajuda profissional e consequentemente agravar o problema.

Pessoa com a mão na barriga.

Principais causas da ardência ao urinar

Apesar de na maioria das vezes a ardência ao urinar ser um sinal de infecção urinária, ela também pode estar relacionada a outros problemas como doenças fúngicas, IST ‘s (infecções sexualmente transmissíveis) e até mesmo alergias.

Por isso, nesse tópico você  vai conhecer algumas das principais doenças e condições que podem ter sintomas da ardência ao urinar, lembre-se de que o diagnóstico só poderá ser realizado com o auxílio de um profissional de saúde.

Conheça as principais causas da ardência ao urinar:

Infecção urinária

A infecção urinária é a causa mais comum e frequente de quem sente ardência ao urinar, nas mulheres, onde é mais frequente, esse tipo de infecção é facilitado por conta da anatomia principalmente devido à proximidade da uretra com o ânus (que favorece a entrada de bactérias no canal da urina.

Gestantes podem enfrentar uma maior recorrência de infecção urinária, pois o trato fica mais dilatado.

E, é importante seguir o tratamento até o fim para que o processo inflamatório não contraia o útero e predisponha a um parto prematuro.

No homem a infecção urinária é mais comum devido a falta de higiene íntima e também a prática de sexo anal sem proteção. 

A infecção urinária também é mais frequente em idosos e requer atenção. 

Os sintomas de infecção urinária são:

  • Sensação de ardência ao urinar ou queimação
  •  Sensação de bexiga sempre cheia, 
  • Vontade de urinar toda toda hora e sai pouco
  • Febre baixa 
  • Urina com cheiro forte
  • Mal-estar geral
  • Dificuldade para segurar o xixi.
  • Urina com sangue

Para o tratamento você deverá obter um diagnóstico do ginecologista ou urologista após a realização de um exame de urina que comprove a infecção urinária.

Ele poderá receitar o uso de antibióticos por 3 a 7 dias, dependendo da gravidade.

Candidíase causa ardência ao urinar

A Candidíase é uma infecção causada por uma levedura do gênero Candida, mais comum a Candida albicans.

Essa levedura está presente no nosso organismo naturalmente, mas quando há um desequilíbrio da imunidade, ela pode aumentar a população e desenvolver a candidíase.

Outros fatores, como umidade da região íntima e o uso de medicamentos, podem favorecer o aparecimento de candidíase.

Os principais sintomas de candidíase são:

  • Ardência ao urinar
  • Coceira intensa na região íntima
  • Vermelhidão
  • Corrimento esbranquiçado 
  • Desconforto durante o contato íntimo.
  • Ardência na região genital.

O tratamento geralmente envolve o uso de pomada antifúngicas, como miconazol ou isoconazol, receitados pelo ginecologista ou urologista.

Também é importante manter a higiene íntima adequada, a região seca, dando preferência por utilizar roupas de algodão para que a pele respire.

Probióticos podem ajudar a manter o equilíbrio da microbiota e diminuir as chances de desenvolver candidíase. 

Cálculo renal (Pedras nos rins)

O cálculo renal, também conhecido popularmente como pedras nos rins, é a formação de massa sólida que atrapalham e obstruem o sistema urinário.

Além de ardência, pessoas com cálculo renal também podem ter dificuldade em urinar, observando sangramento e quantidades expressivas de ácidos úrico e oxalato de cálcio.

A dor acontece porque o cálculo está no processo de saída, ou seja, já entrando na bexiga ou até na uretra. 

Os principais sintomas de pedra nos rins são: 

  • Ardência ao urinar
  • Sangue na urina;
  • Náuseas e vômitos;
  • Dor intensa no final das costas;
  • Cólica perto da região genital;
  • Dificuldade de urinar

O tratamento do cálculo renal é feito por meio de medicamentos analgésicos e do aumento no consumo de água, com o objetivo de eliminar as pedras naturalmente, em alguns casos pode ser necessário intervenção cirúrgica. 

Caso haja suspeita de cálculo renal é importante buscar auxílio com um nefrologista para que ele possa analisar o seu quadro.

Infecções sexualmente transmissíveis (IST)

Ardência  ao urinar e corrimento, ou dor, também pode estar relacionada diretamente com infecções sexualmente transmissíveis.

As mais comuns são a clamídia, gonorreia e tricomoníase, entretanto existem muitas outras infecções que podem ser contraídas através da relação sexual sem o uso de preservativo, principalmente quando não há parceiro fixo.

Dentre os principais sintomas de IST estão:

  • Corrimento amarelado com cheiro fétido;
  • Sangramento;
  • Dor ao urinar;
  • Ardência ao urinar;
  • Inchaço do órgão genital;
  • Presença de feridas na região genital (úlceras)

Se identificou ardência ao urinar após relação sexual, é importante procurar um médico (ginecologista ou urologista) para diagnosticar e receber o tratamento indicado para a sua IST. 

Uma pessoa sentindo desconforto na região da bexiga.

Lesões e traumas na região genital

Lesões e machucados podem causar ardência ao urinar, pois a região pode estar sensibilizada.

Também podem vir acompanhadas de sangramento e uma dor semelhante a uma queimação. 

Os principais sintomas incluem:

  • Ardência ao urinar
  • Dor intensa
  • Sangramentos
  • Inchaço do órgão genital

Normalmente a ardência melhora após 2 ou 3 dias, enquanto os tecido cicatrizam e, nesse período, é aconselhado beber muita água para manter a urina menos concentrada, assim como evitar ter relações sexuais.

Uso de produtos da região íntima

Alguns produtos sejam de higiene ou para ajudar na lubrificação da região íntima podem causar um desequilíbrio do pH, e isso pode ocasionar ardência ao urinar.

Há também a possibilidade de alguns desses produtos iniciarem uma reação alérgica, que pode vir acompanhada de coceira e vermelhidão da região íntima.

O indicado nesse caso, é cessar o uso do produto e contatar o seu médico ginecologista, urologista ou o dermatologista. 

Prostatite

Prostatite é uma inflamação da próstata que pode surgir subitamente ou de maneira crônica, ela evolui por meses ou até mesmo anos sem aparecimento dos sintomas.

Esse processo inflamatório pode causar compressão do canal uretral, e como principal causa a ardência e a dor ao urinar.

Os principais sintomas incluem:

  • ardência ao urinar
  • Dor
  • Dificuldade em urinar
  • Febre
  • Calafrios
  • dores no baixo ventre  entre a bolsa escrotal e o ânus,
  • Vontade de urinar toda hora

Geralmente a prostatite está associada a uma infecção bacteriana, mas é preciso realizar exames para obter o diagnóstico.

Tumores podem causar ardência ao urinar

Dentre os principais tipos de câncer que podem causar ardência ao urinar estão o câncer de pênis e o câncer de bexiga.

O câncer de pênis está relacionado principalmente à má condições de higiene, infecções sexualmente transmissíveis ou fimose não tratada.

Geralmente caracteriza-se pelo aparecimento de uma ferida na glande ou no corpo do órgão. 

Enquanto a fase adiantada pode invadir a uretra e causar ardência ao urinar. 

Já o câncer de bexiga está relacionado ao tabagismo, pois as substâncias cancerígenas inaladas com a fumaça entram em circulação na corrente sanguínea, passam pelos rins  e chegam na bexiga. 

Em alguns casos, o câncer de bexiga pode causar alterações na micção, como sensação de dor e ardência ao urinar. 

Em caso de suspeita de câncer é preciso consultar um oncologista para que ele possa fornecer receitar exames de imagem como o ultrassom, ressonância magnética e tomografia computadorizada possibilitam que o médico localize a lesão e determine a extensão da doença.

Ressecamento da mucosa vaginal 

O ressecamento da mucosa vaginal é mais comum em mulheres que estão alcançando a menopausa.

Pois ele é resultado da queda das taxas hormonais, principalmente dos níveis de estrogênio, a chamada atrofia das células, isso faz com que essas células não trabalhem adequadamente, diminuindo a lubrificação.

Com isso, a região vaginal pode ficar mais sensível e você pode sentir ardência ao urinar, portanto é importante fazer reposição hormonal. 

O ginecologista poderá avaliar seu quadro e encaminhar para o endocrinologista caso haja necessidade. 

Tratamento quimioterápico

Alguns dos medicamentos utilizados durante a quimioterapia podem deixar a região genital sensível.

Como efeito colateral da própria quimioterapia é possível que algumas pessoas experimentem ardência ao defecar e urinar.

Nesse caso, é importante dialogar com o seu oncologista para que ele possa apresentar soluções e avaliar o seu caso. 

pessoa sentada na privada e segurando um papel higiênico

Infecção nos rins

A infecção renal, também conhecida como pielonefrite, ocorre quando você já tem uma infecção no trato urinário e ela acomete os rins por falta de tratamento ou pela própria agressividade do patógeno.

A infecção renal deve ser diagnosticada e tratada logo que descoberta, para evitar lesões graves nos rins ou provocar septicemia, em que o micro-organismo consegue chegar na corrente sanguínea e ir para diferentes partes do corpo, causando infecção e podendo colocar a vida da pessoa em risco.

Infecção nos rins sintomas: 

  • Cólica renal
  • Urina com mau cheiro
  • Febre 
  • Ardência ao urinar

Caso suspeite de infecção renal é importante consultar um nefrologista para que ele possa pedir exames e avaliar o seu quadro de saúde. 

Pedra na bexiga

A sensação de dificuldade de esvaziamento da bexiga, ou o aparecimento de infecções urinárias repetitivas podem propiciar o desenvolvimento de cálculos na bexiga.

Principalmente a infecção provocada por bactérias, e com isso você pode sentir muito desconforto e ardência ao urinar. 

Outros sintomas também podem estar presentes como:

  • Desconforto ou dor ao urinar
  • Dor abdominal, nas costas, no quadril e na pelve
  • Sangue na urina (hematúria)
  • Urina em fluxos curtos
  • Febre
  • Mal-estar

Na maior parte dos casos, as pedras formadas na bexiga acabam sendo eliminadas na urina, pelo próprio paciente. 

Para pedras de maior tamanho e que ocupem um espaço considerável no órgão, pode ser realizada uma cirurgia para que eles sejam removidos do local. 

Para ajudar na eliminação de pedras é fundamental aumentar a ingestão de água. 

Hiperplasia prostática benigna 

Não se manifesta como um câncer, pois é uma alteração benigna, mas pode ser responsável por sintomas como:

  • Diminuição da urina
  • Sensação de bexiga cheia
  • Dor e ardência ao urinar

Quando aumentada, a glândula da próstata comprime a uretra, que transporta a urina para fora do corpo.

É mais comum em homens a partir dos 40 anos e a incidência aumenta de acordo com o avanço da idade. 

Caso cause incômodo, o tratamento pode incluir o uso de medicamentos e até mesmo cirurgia. 

Tuberculose dá ardência ao urinar 

A turberculose é mais conhecida como pulmonar, mas com o avanço da doença ela também pode afetar outros órgãos.

Principalmente o aparelho urinário que pode prejudicar os rins, ureteres e bexiga.

 O modo de transmissão é o mesmo, pelo ar e contato com secreções respiratórias. 

É detectável pelo aumento de glóbulos brancos na urina, e pode evoluir com sequelas como estreitamento do ureter, encolhimento da bexiga e cicatrizes renais.

  •  Febre
  • Tosse persistente
  • Perda de peso
  • Infecção urinária
  • Sentir dor ao urinar
  • Dor na região lombar 
  • Sangue na urina

O tratamento basicamente é igual ao pulmonar, de seis a nove meses, devendo ser realizado até o final, mesmo que os sintomas tenham desaparecido.

 O médico precisa esclarecer o paciente de que o fim dos sintomas não significa, necessariamente, que a doença esteja totalmente debelada. 

Agora você já sabe identificar a causa da ardência ao urinar

Através desse conteúdo buscamos apresentar quais são as principais causas da ardência ao urinar e quais são os tratamentos envolvidos para cada tipo de doença.

Lembre-se que é muito importante buscar um diagnóstico e seguir o tratamento indicado pelo profissional de saúde para que não haja complicações. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy link
Powered by Social Snap